terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Capítulo 18 - Defesa

Algum tempo depois, quando a história do Bruno se acalmou, já estava tudo de volta ao normal. Helena estava feliz com Elisa, Thaís estava normal, Sofia não criava mais problemas... Enfim, tudo parecia bem. Porém, certo dia, quando Helena conversava com Elisa e Thaís num canto do pátio no intervalo, veio na direção delas uma sombra e, quando olharam para cima, viram Bruno, que não aparecia na escola desde a “visita” a Helena.

Na hora, as três se levantaram, Elisa e Thaís colocaram-se a frente de Helena, mas ela recusou a proteção. Helena ficou cara a cara com Bruno, que não fez nada. Helena perguntou o que ele queria, ele respondeu que queria saber por que tinha o denunciado. Ela começou a rir, rir loucamente e, num súbito, parou e disse que não sabia, ironicamente. Bruno a agarrou pelos braços, as duas atrás forma para cima dele, mas Helena as conteve e falou para ele a soltar, ele a apertou com mais força e aproximou seu rosto de dela. De repente, o rosto dele não estava mais junto ao dela e quando olhou, Elisa estava de punhos serrados com uma cara de espanto, mas quem deu o soco foi Thaís, que a essa hora já estava de pé olhando Bruno de cima, dizendo para nunca mais chegar perto de Helena. Deu um chute no rapaz no chão, puxou Helena e Elisa pelo braço e saiu no meio da multidão que se formara rapidamente ao redor deles.
Thaís as levou para o banheiro da escola, as poucas meninas que estavam lá foram expulsas por Thaís e logo o banheiro estava vazio. Helena perguntou por que fez isso, Thaís disse que não queria vê-la com aquele crápula de novo, que ele a machucaria que ela a... parou de falar. Helena insistiu para que falasse, mas não adiantou. Elisa completou a frase dizendo que ela a queria bem e se incluiu nisso Disse que se não fosse Thaís teria sido ela que teria socado Bruno. Helena disse que não precisava ter feito isso, que se viraria sozinha. Thaís disse que não aguentou, foi mais forte que ela. Helena entendeu e lhe deu um abraço e foi saindo do banheiro, pois o sinal havia tocado e o banheiro começado a se encher de meninas tagarelando.
Thaís e Elisa ficaram no banheiro mais alguns segundos, e neles, Thaís sussurrou para Elisa “Obrigada”. Elisa deu uma risadinha, mas logo disse “Ela já deve suspeitar”. Thaís perguntou como sabia, desde quando sabia que ela... Mas Elisa não disse nada e saiu rindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário